Sírios atacam embaixada e consulados da Turquia

Milhares de manifestantes atacaram a missão diplomática da Turquia na Síria, furiosos contra o apoio de Ancara à decisão da Liga Árabe de suspender o país, informou a agência de notícias Anatólia. Protestos simultâneos aconteceram em Damasco e nas cidades de Latakia e Aleppo, onde manifestantes conseguiram entrar no prédio do consulado, disse a agência de notícias.

CAMILA MOREIRA, Agência Estado

13 de novembro de 2011 | 10h57

Em Damasco, a polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar cerca de mil manifestantes pró-regime que tentaram entrar na embaixada turca, disseram autoridades à Anatólia. Eles atiraram pedras e garrafas plásticas contra a embaixada. Enquanto isso, cerca de 5 mil manifestantes quebraram as janelas do consulado honorário da Turquia em Latakia e queimaram uma bandeira turca. Ninguém ficou ferido nos protestos, segundo a Anatólia.

Ontem, ministros da Liga Árabe decidiram suspender a Síria por não ter cumprido um acordo para acabar com as ações contra um movimento nacional que pede a renúncia do presidente Bashar al-Assad. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaataqueTurquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.