Sírios terão mais ajuda para derrubar Assad

Washington anunciou ontem que aumentará sua ajuda à população da Síria e aos rebeldes que tentam depor o ditador Bashar Assad, em um esforço para acelerar uma transição política no país em crise há quase dois anos. A informação é do porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2013 | 02h08

Anteriormente, o Washington Post havia relatado que a Casa Branca considera uma mudança de sua política em relação à guerra civil síria e poderá enviar equipamento de proteção e veículos, assim como dar treinamento militar aos insurgentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.