Sistema solar terá raro alinhamento de planetas

Os cinco planetas mais brilhantes do sistema solar, visíveis a olho nu, estão alinhados em um movimento celestial que não se repetirá até 2040. Durante as próximas quatro semanas, Júpiter, Marte, Mercúrio, Saturno e Vênus poderão ser vistos juntos nas noites do Hemisfério Norte.A conjunção planetária poderá ter formas distintas em cada noite, à medida que sigam suas órbitas ao redor do sol. A última vez que o alinhamento teve a mesma visibilidade foi em 1940.Para os astrólogos britânicos, a conjunção favorecerá a população, que se sentirá melhor durante o fenômeno. Os astrônomos, entretanto, acham essas previsões totalmente descabidas e sem fundamento científico."A influência cósmica da reunião dos planetas afetam o inconsciente coletivo humano", disse o astrólogo inglês Walter Berg. Ele prevê, durante a conjunção, uma maior harmonia e um aumento no trabalho de equipe. Mas nem todos estão convencidos. "É uma bobagem completa", disse Robert Massey, astrônomo do Observatório Real Britânico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.