Site denuncia Iraque por matar cientistas

O site israelense na Internet Debka denunciou hoje que 11 cientistas, entre eles peritos em armas nucleares, químicas e bacteriológicas, foram assassinados no Iraque com vários membros de suas famílias para impedir que fossem interrogados pelos inspetores da ONU. Ainda segundo o site, outros 20 cientistas foram presos com suas famílias em campos de detenção secretos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.