Site informa que mortos no tremor em Java são 1.429

O número de mortos no terremoto de 6,2 graus Richter que atingiu a ilha de Java chega a 1.325, segundo informou à emissora de rádio Elshinta uma funcionária do Ministério de Assuntos Sociais da Indonésia. Por sua vez, a Cruz Vermelha informa 446 mortes. Já o site de notícias Detikcom garante que já são 1.429. Segundo informações do Detikcom, 1.245 pessoas morreram no pólo turístico Bantul, a localidade mais afetada; outras 101 emYogyakarta; 55 em Sleman; 21 em Gununkidul; e 7 em Kulonprogo. O número de mortos pode aumentar nas próximas horas, porque as equipes de resgate continuam buscando corpos entre os escombros. Muitas pessoas foram soterradas enquanto dormiam. Hospitais lotadosOs hospitais de Yogyakarta, cerca de 400 quilômetros a sudeste de Jacarta e 25 quilômetros a nordeste do epicentro do sismo, estão lotados. O governo indonésio determinou que tendas de campanha, água potável, comida e remédios sejam levados imediatamente aos acampamentos de desabrigados, na encosta do vulcão Merapi, a apenas 30 quilômetros de Yogyakarta. O vulcão ameaçou entrar em erupção este mês. O aeroporto da cidade permanece fechado devido aos danos sofridos na pista. As linhas telefônicas estão congestionadas. O presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, anunciou que visitará amanhã as áreas afetadas, acompanhado de vários ministros. As autoridades informaram que não há risco de tsunami, as temidas ondas gigantes. Em dezembro de 2004, um maremoto causou a morte de 226.408 pessoas em 12 países banhados pelo Índico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.