Sites do governo iraquiano recebem mais visitantes

O furibundo ataque anglo-americano desta sexta-feira contra o Iraque não foi obstáculo para a grande quantidade de visitas que tiveram alguns sites oficiais do governo de Bagdá na internet.Apesar do início da segunda fase das hostilidades, os navegantes da web visitaram maciçamente sites iraquianos, especialmente www.Uruklink.Net, e tiveram alguns inconvenientes porque o site saiu do ar por alguns momentos diante da avalanche de conexões.Nesta quinta-feira, logo no início do ataqueanglo-americano, o número de visitas ao Uruklink.Net bateu recorde: segundo o sistema de contagem de páginas acessadas, mais de 14.200 pessoas entraram no site. O número de conexões nesta sexta-feira chegou a 8.000, o dobro da média habitual, que ronda 4.000 visitantes.O maior destaque do site são as versões de vídeos das entrevistas concedidas no mês passado pelo presidente Saddam Hussein ao jornalista americano Dan Rather, da rede de televisão CBS.Por sua vez, a página do diário iraquiano BabilOnline, administrada por Uday Hussein, um dos filhos de Saddam Hussein, também registrou movimento recorde: 1.000 visitantes.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.