Sites na Coreia do Sul são invadidos, diz ministério

A Coreia do Sul afirma que vários sites do setor privado e do governo foram invadidos neste terça-feira, dia que marca o aniversário do início da Guerra da Coreia. O governo de Seul emitiu um alerta de ataque cibernético para que as autoridades e os cidadãos pudessem tomar as devidas medidas de segurança.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2013 | 01h26

Sites do governo, incluindo o da Casa Azul, sede da presidência, e alguns servidores de mídia foram atacados, de acordo com um comunicado do ministério da ciência. O comunicado disse que os sites foram hackeados e que uma equipe estava investigando a questão.

O alerta do governo pretende alertar autoridades e cidadãos sobre possíveis ataques cibernéticos. Além disso, o aleta visa pedir que as pessoas intensifiquem suas medidas de segurança de computadores e servidores.

As invasões aconteceram no 63º aniversário do início da Guerra da Coreia. Não ficou imediatamente claro quem foi o responsável, mas as duas Coreias têm trocado acusações de ataques cibernéticos nos últimos anos. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
coreia do sulhackercibernético

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.