Skinheads atacam judeus em Belgrado

Dois cidadãos israelenses foram muito espancados no domingo por um grupo de skinheads em um parque em Belgrado. Segundo a polícia, Jariv Avram, de 27 anos, e Bojana Petkovic, de 23, foram atacados durante um festival de rock por vários homens com símbolos nazistas em seus trajes."Eles gritavam ´Auschwitz, Auschwitz (um dos maiores campos de concentração nazista, localizado na Polônia)´ e ´vão à Alemanha´ enquanto nos atacavam", disse Avram, acrescentando que a polícia nada fez para protegê-los. A polícia informou nesta terça-feira que prendeu dois suspeitos sérvios. Um deles tinha cidadania norte-americana. "Este não é o primeiro ataque anti-semita e racista perpetrado por skinheads e outros grupos na Sérvia", declarou a comunidade judaica da Sérvia em um comunicado. O presidente sérvio, Boris Tadic, condenou o ataque e exigiu "a identificação de todas a organizações ultra-nacionalistas e ultra-direitistas na Sérvia".A Sérvia viu a eclosão de diversos atos anti-semitas nos últimos anos, a maioria deles atiçados por nacionalistas sérvios. O país tinha uma forte comunidade judaica, com cerca de 30 mil membros, antes da Segunda Guerra Mundial, mas menos da metade sobreviveu à ocupação nazista. Após o conflito, muitos dos sobreviventes se mudaram para Israel ou para países ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.