Slobodan Milosevic é achado morto na prisão

O ex-presidente da Iugoslávia, Slobodan Milosevic, foi encontrado morto na sua cela em Haia, na Holanda, informou a rádio B-92, de Belgrado. Processado por crimes de guerra, Milosevic tinha 64 anos e sofria de problemas cardíacos. Em fevereiro, ele havia pedido ao Tribunal de Haia que o libertasse para tratamento médico na Rússia. Com problemas de coração e pressão, ele chegou a interromper o julgamento por crimes de guerra e contra a humanidade. ?Os sintomas estão piorando e me fazem sentir muito cansado?, disse na ocasião. Acusado de genocídio durante a guerra civil bósnia (década de 90), o ex-líder iugoslavo fazia a própria defesa e chegou a arrolar como testemunha o ex-presidente americano Bill Clinton e o primeiro-ministro britânico, Tony Blair. A era do regime autoritário de Slobodan Milosevic terminou no dia 5 de outubro de 2000, quando milhares de iugoslavos invadiram o parlamento, em Belgrado, e o presidente eleito Vojislav Kostunica fez seu primeiro pronunciamento. Depois da confusão interna que se seguiu à queda do regime, o novo governo de Vojislav Kostunica buscou reintegrar a Iugoslávia à comunidade internacional. Um dos maiores obstáculos para isso foi removido no dia 21 de junho de 2001, quando as autoridades sérvias extraditaram Milosevic para Haia.

Agencia Estado,

11 Março 2006 | 09h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.