NBC Bews/Reuters
NBC Bews/Reuters

Snowden diz que não entregou documentos sigilosos ao governo russo

Ex-prestador de serviços da NSA, em entrevista para a 'NBC', afirmou ter destruído material antes de ir a Moscou

O Estado de S. Paulo,

29 Maio 2014 | 12h03

WASHINGTON - O ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos Edward Snowden disse em uma entrevista para a TV americana NBC que não está sob o controle do governo russo e não entregou a Moscou nenhum documento de inteligência, depois de quase um ano de asilo no país.

"Eu não tenho nenhum relacionamento com o governo russo", disse Snowden na primeira entrevista a uma emissora de televisão dos EUA. "Não sou bancado pelo governo russo. Não estou pegando dinheiro do governo russo. Não sou espião", declarou.

Os comentários de Snowden, que divulgou documentos altamente secretos de programas de vigilância dos EUA abalando a NSA e levando o presidente Barack Obama a promover reformas no setor, foram os mais extensos que ele fez até hoje sobre o governo do país onde vive.

Atuais e antigos altos funcionários do setor de inteligência americana dizem ser improvável que os serviços secretos russos não tenham feito pressão em busca de segredos. Snowden, que disse querer retornar aos EUA, afirma ter destruído materiais sigilosos antes de ir para o aeroporto de Moscou, de onde não pôde seguir adiante. / REUTERS

Assista ao trecho da entrevista, em inglês, em que Snowden fala da Rússia:

 

Mais conteúdo sobre:
Edward Snowden espionagem EUA Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.