Snowden enviou pedido de asilo ao Brasil, diz WikiLeaks

O ex-funcionário da CIA e de uma empresa que presta serviços para o governo norte-americano, Edward Snowden, enviou pedidos de asilo a 21 países, incluindo o Brasil, afirmou o WikiLeaks nesta segunda-feira.

AE, Agência Estado

02 Julho 2013 | 01h33

Além de pedidos anteriores para Equador e Islândia, o WikiLeaks disse que sua assessora jurídica no caso Snowden, Sarah Harrison, enviou pessoalmente outros pedidos em nome de Snowden.

"Os pedidos foram entregues a um oficial do consulado russo no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, no final da noite", disse o WikiLeaks em uma declaração publicada online.

"Os documentos descrevem os riscos de perseguição que Snowden enfrenta nos Estados Unidos e já começaram a ser entregues pelo consulado russo para as embaixadas relevantes em Moscou."

As petições em nome de Snowden foram feitas para Áustria, Bolívia, Brasil, China, Cuba, Finlândia, França, Alemanha, Índia, Itália, Irlanda, Holanda, Nicarágua, Noruega, Polônia, Rússia, Espanha, Suíça e Venezuela, acrescentou o grupo.

Na segunda-feira, Snowden acusou o presidente dos EUA, Barack Obama, de "pressionar os líderes" de países que ele tem procurado proteção. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
snowdeneuabrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.