Sob vaias, Michael Moore cobre a festa de Bush

O cineasta Michael Moore promete retornar à Convenção Nacional do Partido Republicano, a despeito da salva de vaias que recebeu dos delegados durante a primeira noite do evento de uma semana que lançará oficialmente a candidatura de George W. Bush à reeleição. Moore cobre a convenção como articulista do jornal USA Today. Na noite de segunda-feira, ele chegou ao Madison Square Garden a tempo para o discurso do senador John McCain, que citou o documentário de Moore, Fahrenheit 9/11.Nesse momento, os delegados republicanos passaram a vaiar na direção da cabine de imprensa, onde Moore se encontrava. "Agora sei como os cristãos provavelmente se sentiam no Coliseu", disse o cineasta em entrevista à Associated Press. Moore, que parece ter se divertido com a confusão, disse que voltará, "porque estou aqui para cobrir e estou aqui para escrever sobre o que vejo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.