Sobe a 180 total de corpos achados em Durango, no México

Em Tamaulipas, outros 183 cadáveres foram encontrados pelas autoridades

Agência Estado

10 de maio de 2011 | 19h46

CIDADE DE MÉXICO - Autoridades mexicanas exumaram um total de 180 cadáveres em valas clandestinas em Durango, informou nesta terça-feira, 10, o subsecretário de Segurança Pública do Estado de Durango, Juan Rosales.

 

Com a descoberta de mais um corpo em Durango, o número de cadáveres encontrados em valas clandestinas no Estado quase se iguala ao de corpos achados no Estado de Tamaulipas, onde foram exumados 183 corpos de pessoas chacinadas, possivelmente pelo cartel do narcotráfico Los Zetas.

 

Rosales afirma que até o final de semana passado as autoridades de Durango haviam descoberto 179 corpos. Segundo ele, 168 corpos são de homens e 12 de mulheres. Rosales disse que as causas das matanças em Durango estão sob investigação e a polícia não responsabilizou, até o momento, nenhum cartel das drogas pelos crimes. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.