Sobe a 42 número de mortos em atentado em Damasco

Um destacado clérigo muçulmano sunita está entre as 42 pessoas mortas em um atentado suicida perpetrado por um homem-bomba no interior de uma mesquita em Damasco, informa a televisão síria. O atentado também feriu 84 pessoas.

AE, Agência Estado

21 de março de 2013 | 17h41

A televisão síria informou que um militante suicida detonou os explosivos que levava junto ao corpo no interior da mesquita de Eman, na região central de Damasco, suicidando-se e matando o xeque Mohammad Said Ramadan al-Buti e mais 41 pessoas. Al-Buti era um partidário histórico do presidente Bashar Assad.

De acordo com a TV síria, um neto do clérigo também figura entre os mortos. A mesquita estava lotada de fiéis reunidos para as orações noturnas. A televisão exibiu imagens de mortos e feridos mutilados em meio ao piso manchado de sangue. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.