Sobe para 1.250 número de mortes causadas pela cólera no Haiti

Apenas Grand Anse e Nippes, no sul do país, seguem livres de óbitos pela doença

Efe,

22 de novembro de 2010 | 03h58

Haitiano recebe tratamento em centro de saúde improvisado.

 

PORTO PRÍNCIPE - O número de mortos por causa da epidemia de cólera que sofre o Haiti aumentou para 1.250, com um total de 52.715 pessoas atendidas em centros médicos, segundo o último relatório divulgado pelas autoridades de Saúde Pública.

 

Veja também:

mais imagens Olhar sobre o mundo: O drama da cólera no Haiti

 

Um total de 20.867 pessoas foram hospitalizadas desde que explodiu a epidemia, e delas 20.058 tiveram alta após receber o tratamento correspondente.

 

O número de mortos por dia é agora de 61 desde que se forneceu o relatório anterior e o departamento Norte continua sendo o lugar com mais falecimentos a cada jornada, com 28 registrados.

 

Artibonite, um dos primeiros focos do surto, registrou 13 mortes, os departamentos Centro e Noroeste sete cada um, enquanto o Nordeste, o Sul e o Sudeste tiveram uma morte cada um e o oeste três.

 

Os departamentos de Grand Anse e Nippes, no sul do país, seguem livres de óbitos pela epidemia, de acordo com este relatório que tem data do dia 17 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiGrand AnseNippesCóleraEpidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.