Ahmad Masood / AP
Ahmad Masood / AP

Sobe para 13 o número de mortos em atentado contra hotel no Afeganistão

Taleban reivindicou ataque contra hotel frequentado por estrangeiros em Cabul

O Estado de S. Paulo,

21 de março de 2014 | 12h09

CABUL  -Subiu nesta sexta-feira, 21, para 13 o número de mortos em um atentado ao Hotel Serena, em Cabul, no Afeganistão. Considerado um dos mais seguros da capital do país e bastante frequentado por cidadãos de outros países, o hotel foi alvo ontem de um ataque do Taleban.

Entre os mortos no ataque, quatro são estrangeiros. As vítimas são da  Nova Zelândia, Canadá, Paquistão e Índia, explicou o porta-voz do Ministério do Interior afegão, Sediq Sediqi, em entrevista coletiva nesta manhã. Outros quatro civis ficaram feridos, enquanto as forças de segurança mataram os quatro insurgentes que cometeram o atentado.

O ataque ao hotel, situado no centro de Cabul e próximo ao Palácio Presidencial, começou ontem, quinta-feira, por volta das 21h locais (13h30 de Brasília) e terminou duas horas e meia depois, após uma intensa troca de tiros.

Sediqi detalhou que os insurgentes se vestiam como civis e que em torno das 18h (10h30 de Brasília) conseguiram entrar no hotel com pequenas armas escondidas em suas meias, após convencerem os guardas de segurança afirmando que jantariam no local.

De acordo com o porta-voz, as forças de segurança mataram dois dos insurgentes no restaurante do hotel, um terceiro em um banheiro e o quarto nos arredores do edifício.

O porta-voz do Taleban  Zabiullah Mujahid reivindicou o ataque,mas, segundo ele, alguns insurgentes suicidas tinham conseguido entrar no hotel "por uma porta traseira". / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.