Frank Franklin II/AP
Frank Franklin II/AP

Sobe para 13 o número de mortos em incêndio no Bronx

Homem de 27 anos estava em estado grave no hospital; a esposa, as duas filhas dele e uma sobrinha também morreram

O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2018 | 03h36

NOVA YORK - A polícia de Nova York informou nesta quinta-feira, 4, que mais uma pessoa morreu devido ao incêndio em um prédio no bairro no Bronx que ocorreu no dia 28 de dezembro. Assim, sobe para 13 o número de mortos, sendo este último um homem de 27 anos identificado como Holt Francis.

++ Incêndio em mais um prédio de Nova York deixa 16 feridos, incluindo 9 crianças

A vítima estava em estado grave, segundo a polícia, não resistiu ao ferimentos e morreu no hospital em que estava internada. A esposa de Francis, as duas filhas do casal, de 2 e 7 anos, e uma sobrinha também morreram no incidente.

++ Incêndios na Califórnia se agravam e atingem bairros de famosos

O incêndio foi causado por um menino de 3 anos de idade que brincava com o fogão de uma cozinha. A mãe só percebeu que o apartamento estava pegando fogo quando a criança começou a gritar.

Oito adultos e cinco crianças morreram no incêndio. Entre eles, estava Emmanuel Mensah, de 28 anos, que resgatou algumas pessoas antes de voltar para o prédio em chamas e morrer por inalação de fumaça.

++ Autoridades confirmam uma morte relacionada a incêndios na Califórnia

O comandante do Corpo de Bombeiros de Nova York, Daniel Nigro, disse que o fogo começou no fogão e subiu por cinco dos 25 andares do prédio. Segundo ele, as chamas se espalharam rapidamente porque a mãe do garoto deixou a porta aberta quando fugiu das chamas com os filhos. /AP e AFP

Mais conteúdo sobre:
incêndio Nova York [Estados Unidos]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.