AFP PHOTO / PATRICIA CASTELLANOS
AFP PHOTO / PATRICIA CASTELLANOS

Sobe para 13 o número de mortos em queda de helicóptero no sul do México

Autoridades locais atualizaram balanço de vítimas de acidente na noite de sexta-feira com aeronave que carregava autoridades, pessoal militar e de defesa civil para para a cidade de Jamiltepec para avaliar os danos causados por terremoto

O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2018 | 18h39

CIDADE DO MÉXICO - As autoridades do México aumentaram neste sábado, 17, para 13 o número de mortos no acidente envolvendo o helicóptero que levava o secretário de governo do país, Alfonso Navarrete, e o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, que escaparam ilesos.

Ministro mexicano sai ileso após acidente de helicóptero que sobrevoava região de terremoto

Ao atualizar o balanço de vítimas do acidente registrado na noite de sexta, o Ministério Público de Oaxaca indicou em comunicado que "13 pessoas morreram", uma delas no hospital, e que outras "15 pessoas sofreram ferimentos e foram atendidas".

O helicóptero da Força Aérea Mexicana caiu na noite de sexta-feira pouco antes de aterrissar. O ministro e o governador viajavam para a cidade de Jamiltepec para fazer uma avaliação dos danos causados pelo terremoto de magnitude 7,2 que sacudiu ontem as regiões central e sul do país.

A aeronave, que transferia as autoridades, pessoal militar e de defesa civil, caiu em uma região na qual havia muitos veículos e atingiu vários deles, relatou na noite de sexta-feira o próprio secretário de governo.

Terremoto de 7,2 graus atinge o México e é sentido na capital

No total, 12 pessoas, entre elas três menores de idade, morreram no local do acidente e outra morreu depois no hospital de Jamiltepec, informou hoje o Ministério Público estadual.

Autoridades do estado de Oaxaca e funcionários federais chegaram ao local do acidente para proceder com a recuperação dos corpos e a identificação das vítimas, acrescentou o MP.

Navarrete viajou para Oaxaca depois do terremoto de sexta-feira para fazer uma avaliação dos danos. O tremor de magnitude 7,2 não deixou vítimas, mas provocou danos menores em várias comunidades deste Estado do sul do México. 

Sobre o forte movimento telúrico registrado na sexta-feira, o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) situou o epicentro a 37 km de Pinotepa de Don Luis, a uma profundidade de 24,6 km, enquanto o Serviço Sismológico mexicano o situou a 11 km da mesma comunidade e a uma profundidade de 12 km. / EFE e AFP

Mais conteúdo sobre:
terremoto México [América do Norte]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.