REUTERS/Albert Gea
REUTERS/Albert Gea

Sobe para 15 o número de mortos nos atentados na Espanha

Autoridade regional da Catalunha informou que incluiu Pau Pérez, de 34 anos, encontrado esfaqueado em seu veículo perto de Barcelona entre as vítimas do ataque; todas as vítimas já foram identificadas e as famílias notificadas

O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2017 | 09h18

BARCELONA - O balanço de vítimas nos atentados de Barcelona e Cambrils, na semana passada subiu de 14 para 15, com a inclusão na lista de um homem que foi encontrado esfaqueado em seu veículo perto da capital catalã, anunciou o governo regional.

Pau Pérez, de 34 anos, foi encontrado morto no carro que passou por um controle da polícia poucas horas depois do atropelamento nas Ramblas de Barcelona.

As autoridades acreditam que o marroquino Younes Abouyaaqoub, de 22 anos, identificado como  o homem que atropelou uma multidão com uma van nas Ramblas de Barcelona fugiu à pé do local e depois matou Pérez a facadas e roubou seu carro para escapar.

Depois, ele avançou contra policiais em um posto de controle da cidade e então abandonou o veículo com o corpo morto dentro. Por este motivo, "elevamos o número de vítimas de 14 para 15", afirmou o conselheiro do Interior da Catalunha, Joaquim Forn.

Além disso, as autoridades de Barcelona também confirmaram que todas as 15 vítimas já foram identificadas. "Todas as famílias já foram notificadas", disse o responsável pela Justiça do governo regional da Catalunha, Carles Mundo. 

Ao todo, sete mulheres e oito homens, dos quais dois eram menores, foram mortos pelos terroristas. Seis das vítimas eram espanhóis, três italianas, duas portuguesas, uma belga, um americano, um canadense e um autraliano-britânico. / AFP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.