AFP/4ªDivisão de Resgate Terrestre do Japão
AFP/4ªDivisão de Resgate Terrestre do Japão

Sobe para 16 o número de mortos após inundações no Japão

Deslizamentos de terra e chuvas fortes derrubaram pontes e dificultaram os trabalhos de resgate

O Estado de S.Paulo

08 Julho 2017 | 04h29

TÓQUIO - O balanço de mortos pelas fortes chuvas no sul do Japão subiu para 16, informaram autoridades, enquanto os bombeiros seguem trabalhando para chegar até as regiões ilhadas. Autoridades informaram que as chuvas devem continuar durante o fim de semana. 

A ilha de Kyushu, no sudoeste do país, foi devastada pelas chuvas sem precedentes que destruíram casas, edifícios, escolas, estradas e plantações. As fortes precipitações foram causadas pelo tufão Nanmadol, que chegou ao Japão no início da semana.  

Milhares de bombeiros enfrentam o lodo e as precipitações persistentes para ajudar os isolados e buscar desaparecidos - já são 16, segundo o porta-voz do governo, Yoshihide Suga. 

Imagens de TV mostram os resgatistas amarrando pessoas para evacuá-las em helicópteros. Moradores de regiões afetadas também podem ser vistos pedindo socorro com sinais escritos em troncos de árvores caídas. 

As operações de resgate envolveram 12 mil policiais, militares, bombeiros e guarda-costas. / REUTERS e AFP

Mais conteúdo sobre:
Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.