EFE/Hedayatullah Amid
EFE/Hedayatullah Amid

Sobe para 150 número de mortos em atentado na capital do Afeganistão

Ataque com caminhão-bomba foi um dos mais mortais já ocorridos na capital do país, Cabul

O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 03h12

CABUL - Subiu para 150 o número de mortos após o atentado com um caminhão-bomba em Cabul, no Afeganistão, na última semana, disse o presidente afegão Ashraf Ghani na terça-feira, 6. Esse é o ataque mais mortal na capital do país desde a saída do Talebã do poder em 2001.   

A explosão ocorreu quando um caminhão com explosivos detonou na entrada de uma área com diversas embaixadas e edifícios do governo. 

"Nós não éramos os únicos alvos. A comunidade diplomática inteira também foi alvo deste ataque", disse Ghani. Estimativas oficiais apontavam para pouco mais de 90 mortos e 460 feridos. 

Todos os mortos eram afegaões e o presidente fez questão de homenagear os 13 policiais que tentaram parar o caminhão enquanto ele tentava entrar no distrito fortificado. Eles foram mortos na explosão.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque, que provocou protestos violentos contra o governo. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
CABULAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.