Sobe para 17 número de mortos em acidente de avião na Venezuela

Aeronave caiu ontem quando se preparava para aterrissar; 34 pessoas sobreviveram

AE-AP, Agência Estado

14 de setembro de 2010 | 17h47

 

 

CARACAS- Subiu para 17 nesta terça-feira, 14, o número de pessoas mortas em um desastre aéreo que aconteceu ontem em Puerto Ordaz, no sudeste da Venezuela, informou o ministro das Indústrias de Base e Mineração do país, José Khan.

Segundo ele, dois dos 36 sobreviventes que estavam feridos faleceram hoje. O avião, da empresa aérea estatal Conviasa, um modelo turbo hélice francês ATR-42, caiu ontem em um dos pátios da Siderúrgica del Orinoco (Sidor) quando se preparava para aterrissar no aeroporto de Puerto Ordaz.

O avião transportava 51 pessoas, das quais 34 sobreviveram ao desastre. Khan disse que alguns dos feridos permanecem em hospitais de Puerto Ordaz. O vice-ministro dos Transportes da Venezuela, Arturo Gil, disse hoje que o conteúdo das caixas-pretas da aeronave será analisado para avaliar as mensagens do piloto antes da queda.

O piloto do avião e outros dois tripulantes morreram no desastre. O avião da Conviasa voava da Ilha Margarita a Puerto Ordaz, 600 quilômetros ao sudeste de Caracas. O Ministério Público abriu uma investigação sobre o acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
aviãomorteaviãoVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.