Sobe para 18 número de mortos em confrontos na Bolívia

O ministro do Interior da Bolívia, Alfredo Rada, disse que elevou-se a 16 o número de camponeses e indígenas mortos por paramilitares de direita na quinta-feira na localidade de Porvenir, perto da cidade de Cobija. Segundo o ministro, dois paramilitares foram mortos na noite de ontem por tropas federais que buscavam retomar o controle do aeroporto de Cobija. Com isso, sobe para 18 número de mortos nos confrontos.Uma equipe de ajuda humanitária encabeçada pelo ministro da Saúde, Ramiro Tapia, chegou hoje a Cobija para coordenar a assistência às vítimas do que o presidente boliviano Evo Morales descreveu como "um massacre". Tapia disse que as autoridades temem que agricultores e índios, possivelmente feridos, estejam ainda escondidos na mata próxima a Porvenir, por temor de novos ataques.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.