Sobe para 18 número de mortos em explosão no Líbano

Pelo menos 18 pessoas morreram e 46 ficaram feridas hoje na explosão de uma bomba em Trípoli, no norte do Líbano. Informações anteriores indicavam pelo menos nove mortos. A bomba foi deixada na calçada de uma rua e detonada no momento da passagem de um ônibus repleto de militares. Dos 18 mortos, pelo menos dez eram soldados libaneses em dia de folga. A explosão ocorreu no horário de maior movimento da manhã.No momento do ataque, a rua também estava repleta de civis a caminho do trabalho, o que contribuiu para o alto número de mortos. Trípoli situa-se cerca de 90 quilômetros ao norte da capital libanesa, Beirute, e é a segunda maior cidade do país.O Exército libanês qualificou a explosão como "um ataque terrorista tendo os militares como alvo". A explosão alimentou suspeitas de que um grupo islâmico inspirado na rede extremista Al-Qaeda estaria em busca de vingança contra o Exército pela ofensiva do ano passado contra o campo de refugiados palestinos de Nahr el-Bared, antigo bastião do grupo radical Fatah Islam.O cerco ao campo, situado nos arredores de Trípoli, estendeu-se por meses e resultou na morte de centenas de pessoas, assim como na retirada do grupo islâmico.A explosão também ocorreu horas antes de o presidente do Líbano, Michel Suleiman, viajar à Síria com o objetivo de melhorar as relações entre os dois vizinhos.Em Damasco, o governo sírio denunciou a explosão e manifestou apoio ao Líbano "contra aqueles que tentam bagunçar a segurança e a estabilidade no país".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.