Sobe para 181 o número de pessoas presas em mina da China

Autoridades estimam que dos 756 mineiros que trabalhavam no local 584 conseguiram escapar

Associated Press e Reuters,

18 de agosto de 2007 | 16h04

Subiu para 181 o número de pessoas presas em uma mina ao leste da China neste sábado, 18. As fortes chuvas na região causaram inundações na província de Xintai. Equipes chegaram a usar bombas para tentar retirar a água da mina e resgatar os mineiros. A agência estatal de notícias Xinhua afirmou que 584 mineradores, dos cerca de 756 que trabalhavam no local, escaparam depois do incidente de sexta-feira, 17, na empresa Huayuan Mining Corp., na província de Shandong. Mas as tentativas de policiais de salvar outras 172 pessoas no local fracassaram porque a chuva continuou a cair, impedindo a desobstrução da área.  Nove mineradores ficaram presos na mina Minggong, na mesma região, depois outros que 86 conseguiram escapar, informou a Xinhua. Os mineradores soterrados têm apenas uma "remota chance" de sobreviver, disse Wang Ziqi, diretor da administração de segurança de mineração da província de Shandong. A atividade de mineração é arriscada em todo o mundo, mas a indústria na China é a que tem maior índice de mortalidade, com mais de 2.100 mortos em 1.320 acidentes nos sete primeiros meses de 2007. Como comparação, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos computou 14 mortes em minas até 10 de agosto deste ano.  Autoridades chinesas estimam que morrem 1.485 mineradores para cada milhão de tonelada de carvão produzido, comparado com cerca de 0,04 nos EUA em 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinamineração na China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.