Sobe para 20 número de mortos em ataques na Índia

Três bombas atingiram o bairro de Dadar, o Bazar Jhaveri e o distrito comercial de Opera House

AE, Agência Estado

13 de julho de 2011 | 13h26

Atualizado às 15h34

 

Segundo o ministro-chefe do Estado de Maharashtra, 113 pessoas ficaram feridas no 'ataque terrorista'

 

MUMBAI - Pelo menos 20 pessoas morreram e 113 ficaram feridas nesta quarta-feira, 13, depois que três explosões simultâneas atingiram a capital comercial da Índia, Mumbai, informou uma fonte ofical.

 

"Eu recebi informações de que 13 pessoas morreram e 56 ficaram feridas", havia dito o ministro-chefe do Estado de Maharashtra, Prithviraj Chavan aos jornalistas, acrescentando que as explosões foram um "ataque terrorista". Uma fonte do governo indiano citou inicialmente 100 feridos na ação, segundo a agência Press Trust of India. Esse é o pior ataque na Índia desde 2008.

 

Uma fonte do centro de controle da polícia na cidade disse que uma das explosões atingiu o movimentado bairro de Dadar, no centro. As outras atingiram o famoso mercado de joias Bazar Jhaveri e o movimentado distrito comercial chamado de Opera House. O funcionário pediu anonimato.

Há quase três anos, um cerco de terroristas matou 166 pessoas em um hotel de Mumbai, em novembro de 2008. Na ocasião, os crimes foram atribuídos a pelo menos dez militantes extremistas sediados no Paquistão.

 

As explosões de hoje ocorreram perto das 19h (horário local), quando há bastante movimento nas áreas atingidas.

 

As informações são da Associated Press e da Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.