Sobe para 20 o número de mortos no México pela passagem furacão 'Alex'

Tamaulipas, Nuevo León e Coahuila são os estados mais afetados

Efe,

10 de julho de 2010 | 02h00

O número de mortos em decorrência da passagem do furacão "Alex" pelo norte do México subiu para 20 após a descoberta de sete novos corpos nos estados de Coahuila e Temaulipas, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

 

Quatro corpos foram localizados na última quinta-feira,8, às margens do Rio Bravo, perto da cidade de Acuña, onde uma pessoa permanece desaparecida, segundo a promotoria de Coahuila.

 

Na sexta-feira,9, três corpos de pessoas de uma mesma família foram encontrados. Duas crianças, de 9 e 10 anos, parentes dos falecidos, sobreviveram após permanecerem quatro dias sobre uma árvore, depois que o carro em que estavam foi arrastado pelo rio Pilón, em Temaulipas. A Polícia ainda procura por outra menor, que também estava no automóvel.

 

Nuevo León foi o estado mais afetado, com enchentes que provocaram a morte de 12 pessoas e inúmeros danos materiais. A outra vítima foi em Tamaulipas.

 

Para piorar a situação, na última quarta-feira, um pequeno avião do Governo do estado de Coahuila, no qual viajavam oito pessoas, entre elas um prefeito, caiu quando sobrevoava áreas afetadas pelas chuvas, causando a morte de todos que estavam a bordo.

 

Os Governos dos três estados, apoiados pelo Exército, tentam administrar a crise e devolver a normalidade aos territórios, embora se preveja altos custos financeiros para isso.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.