Sobe para 22 o número de mortos pelo furacão Gustav

O número de mortos pelo furacão Gustav subiu para 22 no Haiti e na República Dominicana, informaram hoje autoridades dos dois países. Os deslizamentos de terra e as enchentes no Haiti mataram pelo menos 14 pessoas, inclusive uma menina arrastada pelas águas. Na República Dominicana, que divide com o Haiti a ilha caribenha de Hispaniola, morreram oito pessoas, entre elas dois meninos.O diretor da defesa civil dominicana, Luis Luna Paulino, afirmou que as vítimas em seu país eram membros da mesma família. Paulino explicou que eles estavam refugiados desde a tormenta Fay, e "saíram de casa porque pensaram que o perigo havia passado".AlertaO Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos alertou que a tempestade tende a voltar a ganhar força e meteorologistas previam a possibilidade de o fenômeno alcançar a costa americana do Golfo do México na próxima semana, como um furacão de categoria 3.Na manhã de hoje, a tempestade Gustav apresentava ventos sustentados de 95 quilômetros por hora, com rajadas mais fortes. O olho do sistema encontra-se cerca de 150 quilômetros ao leste de Porto Príncipe e segue em direção noroeste. Um alerta de furacão está em vigor em algumas regiões de Cuba, especialmente no litoral sul do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.