Sobe para 22 os mortos em naufrágio na Grécia

Um iate e um bote que transportava imigrantes ilegais naufragou nesta segunda-feira no leste do Mar Egeu, na Grécia, deixando pelo menos 22 mortos, incluindo quatro crianças, e potencialmente vários outros em um dos os mortais tais acidentes em águas gregas nos últimos anos.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 14h01

As embarcações tinham tentado entrar ilegalmente na Grécia quanto naufragou antes do amanhecer na costa da ilha de Samos, próximo à Turquia. As causas do acidente ainda não estão claras. Este foi o terceiro acidente fatal com barcos que transportavam imigrantes neste ano.

A guarda costeira grega informou que 36 pessoas - 32 homens, três mulheres e uma criança - foram resgatados, sendo que dois deles foram levados para um hospital no continente. Os sobreviventes foram identificados como 23 somalis, 9 sírios e 3 eritreus. As nacionalidades das vítimas ainda não foram divulgadas.

Embarcações da guarda costeira, barcos de pesca e dois helicópteros de busca e salvamento vasculham a área na tentativa de encontrar sobreviventes ou corpos. Um navio de cruzeiro nas proximidades ajudou nos resgates no começo da manhã, antes de ser liberado para continuar sua viagem.

Apesar da profunda crise financeira que levou a Grécia à beira da falência, há quatro anos, o país continua a ser um importante ponto de entrada para as pessoas de países pobres ou devastados pela guerra na Ásia e na África, em busca de uma vida melhor no 28 países da União Europeia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
GréciaNaufrágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.