Sobe para 3 o número de infectados por vírus na Itália

O Ministério de Saúde da Itália confirmou neste sábado os três primeiros casos de infecção no país por um coronavírus semelhante ao vírus causador da síndrome respiratória aguda grave (Sars), que está alarmando autoridades do setor de saúde no mundo inteiro.

AE, Agência Estado

01 de junho de 2013 | 16h40

Um homem de 45 anos que havia voltado recentemente de uma visita de 40 dias à Jordânia foi hospitalizado na Toscana com febre alta, tosse e problemas respiratórios, segundo o ministério. Uma criança que tem parentesco com o homem e uma colega de trabalho também foram infectados.

O estado de saúde dos três pacientes é bom e todos estão sendo tratados isoladamente, informou o ministério.

O novo vírus é da mesma família viral que provocou o surto de Sars, que matou cerca de 800 pessoas durante uma epidemia global em 2003. A agência de saúde da ONU informa que houve 51 casos do coronavírus desde setembro. Destes, 30 resultaram em morte, incluindo a de um francês, na última terça-feira. Também foram divulgados casos no Reino Unido e Alemanha.

A maioria dos infectados tinha viajado para o Catar, Arábia Saudita, Jordânia ou Paquistão. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ItáliavírussaúdeSars

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.