Sobe para 32 total de mortos em mina na Colômbia

Equipes de resgate confirmaram hoje que já foram retirados 32 corpos de uma mina de carvão que explodiu na Colômbia, na semana passada. As equipes retiraram ontem mais 13 corpos. Há pelo menos 40 outros mineiros desaparecidos. O incidente ocorreu na quarta-feira, provavelmente pelo acúmulo de gás metano na mina "San Fernando", localizada no município de Amagá, departamento (Estado) de Antioquia.

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 15h06

As vítimas foram encontradas em um túnel que tem mais de 2 mil metros de extensão e chega a alcançar profundidades de até 500 metros, segundo John Rendón, diretor do Departamento Administrativo de Prevenção, Atenção e Reação a Desastres de Antioquia.

O ministro de Minas e Energia, Hernán Martínez, afirmou que a mina não tinha chaminé para escape de gases nem detectores permanentes de emissões. A mina San Fernando produzia 155 mil toneladas anuais de carvão. Há 3 mil minas de carvão na Colômbia, e a maioria das 70 milhões de toneladas do material produzido pelos colombianos vem de minas a céu aberto.

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbiaminaexplosãomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.