AP Photo
AP Photo

Sobe para 392 o número de mortos nas inundações da China

Províncias no sul da China possuem no momento milhões de desabrigados e centenas de desaparecidos

Efe,

30 de junho de 2010 | 12h09

PEQUIM - O escritório estatal de controle de inundações da China confirmou nesta quarta-feira, 30, que o número de mortos por causa das tempestades e inundações que estão arrasando o sul do país subiu para 392, com 143 desaparecidos e 72,97 milhões de desabrigados, informou a agência oficial de notícias "Xinhua".

 

À parte destes dados, na província de Guizhou permanecem sepultadas desde segunda-feira cerca de cem pessoas devido a um desmoronamento de terra e barro provocado pelas chuvas, de onde foram resgatados apenas cinco corpos.

 

As inundações afetam 23 províncias e destruíram 4 milhões de hectares de plantações, apontou o escritório.

 

O sul e centro da China são atingidos entre maio e setembro pela monção do sudeste asiático, que neste ano está sendo mais devastadora do que nunca, com o dobro de mortos em comparação com a média anual da última década.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinainundaçõesmonções

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.