Sobe para 4 número de mortos em acidente na Rússia

Subiu para quatro o número de mortos no acidente envolvendo um avião na Rússia. A aeronave colidiu em uma estrada movimentada depois de sair da pista no aeroporto internacional de Moscou, neste sábado. As informações são de uma autoridade do Ministério do Interior passadas à agência estatal de notícias RIA Novosti.

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2012 | 14h33

O jato Tu-204 da empresa de linhas aéreas Red Wings, que levava a bordo 12 pessoas, sendo oito passageiros e quatro membros da tripulação, pegou fogo após atravessar a cerca de proteção do aeroporto de Vnukovo, segundo o Ministério de Emergências. O governo russo confirmou que a aeronave vinha da República Checa.

A colisão ocorreu quando ventos fortes e uma nevasca atingiam Moscou, mas a causa do acidente ainda será apurada. A televisão estatal citou relatórios que diziam que o piloto estava circulando Vnukovo e também analisava a possibilidade de pousar em outro aeroporto.

O acidente também provocou um incêndio nos arredores da movimentada rodovia Kiev, alcançando um perímetro de 100 metros quadrados. Segundo o Ministério de Emergências, o fogo já foi controlado. A televisão estatal informou que o tráfego na rodovia havia sido interrompido em decorrência do acidente. O Aeroporto de Vnukovo também foi fechado.

Voos programados para pousar em Vnukovo estavam sendo desviados para outro aeroporto no norte de Moscou. O incidente pode provocar o caos aéreo à medida que os russos partem da capital no feriado do Ano Novo. O presidente Vladimir Putin foi informado sobre o acidente e o primeiro-ministro Dmitry Medvedev exigiu uma investigação. As informações são da Dow Jones.

U

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.