Sobe para 4 número de soldados alemães mortos em Cabul

Quatro soldados alemães da força internacional de paz no Afeganistão foram mortos e outros sete feridos gravemente, na manhã deste sábado, num atentado suicida feito com um carro-bomba lançado contra um ônibus em Cabul, capital afegã.O ônibus levava 33 soldados da Alemanha para o aeroporto deCabul, de onde retornariam para seu país - alguns de licença,outros por terem cumprido sua missão. Apenas quatro dospassageiros não ficaram feridos.Foi o primeiro ataque mortífero contra a Força de Assistênciade Segurança Internacional (ISAF, por suas iniciais em inglês),criada após a invasão do Afeganistão em 2001, para manter aordem enquanto o governo afegão não tiver o controle de todo oterritório.Atualmente, a ISAF está sob liderança da Alemanha - que enviou2.000 militares ao país - e da Holanda. Ao todo, há 5.000soldados estrangeiros de manutenção de paz no Afeganistão.Segundo testemunhas, o veículo seguia num comboio militar numaestrada principal da capital quando um táxi tentou entrar nomeio, sem conseguir. Então, o falso taxista emparelhou com oônibus e detonou os explosivos.Ainda não está claro quem está por trás do ataque nem se oalvo principal eram os soldados alemães. O chanceler da Alemanha Gerhard Schroeder, expressou seu choque pelo ocorrido e oministro da Defesa, Peter Struck, assegurou que a Alemanhamanterá seus compromissos no Afeganistão, apesar do atentado.O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, telefonou aSchroeder para manifestar suas condolências, afirmou Struck.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.