Sobe para 43 as mortes causadas por tufão nas Filipinas

Sete pessoas continuam desaparecidas e cerca de 3,2 mil famílias foram afetadas pela tempestade

Efe,

11 de maio de 2009 | 00h40

Pelo menos 43 pessoas morreram e sete continuam desaparecidas após a passagem do tufão Cham-hon pelo norte das Filipinas, segundo a última apuração de vítimas divulgada nesta segunda-feira (hora local) pelo Conselho Nacional de Coordenação de Desastres (NDCC, na sigla em inglês).

 

Cerca de 3,2 mil famílias em 11 províncias do extremo setentrional do arquipélago foram afetadas pela tempestade e mais de 800 se acham em centros de refugiados.

 

Além disso, seis mil casas ficaram destruídas e as perdas econômicas superarão os US$ 400 milhões, segundo os cálculos do NDCC.

 

A maioria das vítimas perdeu a vida em enchentes ou deslizamentos associados ao tufão, o segundo a chegar este ano às Filipinas após o "Kajira", que há uma semana causou 27 mortes e quase 340 mil desabrigados em sua passagem pela região oriental de Bicol.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinastufão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.