Sobe para 53 número de mortos por ataque no México

O número de mortos por um ataque na cidade de Monterrey subiu para 53, segundo fontes oficiais. Um cassino foi incendiado com gasolina, matando jogadores e funcionários na noite de quinta-feira.

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 09h06

O governador do Estado de Nuevo León, Rodrigo Medina, disse à emissora Televisa que a cifra de mortos chegou a 53. O incêndio ocorre em uma cidade que tem visto aumentar a violência relacionada ao narcotráfico. Trata-se de um dos ataques mais letais contra um centro de entretenimento desde que o presidente do México, Felipe Calderón, lançou uma ofensiva contra os cartéis, em 2006.

Calderón qualificou o ataque como um "aberrante ato de terror e de barbárie", em sua conta no Twitter. "Esses atos repudiáveis não obrigam a todos a perseverar na luta contra esses grupos de criminosos sem escrúpulos."

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Alejandro Poiré, disse que houve um "ato de terror indizível, repugnante, inadmissível". Segundo ele, as autoridades federais ajudam as estaduais na investigação dos fatos.

O procurador-geral de Justiça de Nuevo León, Adrián de la Garza, disse que um cartel do narcotráfico aparentemente era o responsável pelo ataque. Os cartéis mexicanos frequentemente cometem extorsões contra cassinos e outros negócios. Muitas vezes estes locais são queimados, caso os donos se recusem a pagar.

Alguns sobreviventes relataram que duas dezenas de homens entraram no cassino, aparentemente para roubá-lo, porém começaram a jogar gasolina na área. Com gritos e insultos, eles pediram aos clientes e empregados que deixassem o local, porém com medo da situação muitas pessoas se esconderam no fundo do edifício e terminaram cercados pelo fogo.

O prefeito de Monterrey, Fernando Larrazábal, disse que muitos clientes e funcionários estavam nos banheiros do cassino para escapar dos homens armados, por isso acabaram mortos. Larrazábal afirmou que o cassino, localizado em uma zona próspera de Monterrey, havia sido fechado em maio por ampliar o edifício sem permissão.

Capital do Estado de Nuevo León, Monterrey, fica 900 quilômetros ao norte da Cidade do México. Nos últimos anos, a cidade sofre com uma disputa entre os cartéis do Golfo e Los Zetas.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.