Sobe para 55 número de mortes causada pelo tufão Fanapi na China

Mais de 1,2 milhão de pessoas foram afetadas; custo dos danos chega a quase R$ 300 milhões

Efe

24 de setembro de 2010 | 12h25

 

PEQUIM - O número de mortos por conta dos temporais provocados pelo tufão Fanapi na China aumentou para 55, enquanto o número de desaparecidos se manteve em 42, informou nesta sexta-feira, 24, a agência oficial de notícias Xinhua.

 

No total, mais de 1,26 milhão de pessoas foram afetadas pela passagem do Fanapi e 98 mil ficaram desabrigadas, anunciou o porta-voz do departamento provincial de assuntos civis. Além disso, 4.200 casas foram destruídas e 48.700 hectares de terras de cultivo foram inundadas. As perdas econômicas chegam a 2 bilhões de ienes (US$ 298 milhões).

 

Toneladas de produtos de ajuda humanitária, como barracas, roupas, edredons, garrafas de água e arroz, foram lançadas às vítimas de helicópteros que sobrevoavam as áreas afetadas.

 

O Fanapi, que em um dos dialetos da Micronésia significa "pequenas ilhas do atol", alcançou na segunda-feira a vizinha província chinesa de Fujian após ter passado pela ilha de Taiwan, onde causou a morte de três pessoas e deixou dezenas de feridos. Em Fujian, onde as chuvas superaram os 200 milímetros, não foram registradas vítimas.

 

A China tem sofrido este ano as suas piores inundações durante a temporada de monções desde 1998, que já deixaram mais de 3 mil mortos e mil desaparecidos.

Tudo o que sabemos sobre:
FanapitufãoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.