Sobe para 566 número de mortos pela onda de calor na Índia

O número de vítimas fatais da onda de calor que se abate há duas semanas sobre o sul da Índia subiu para 566 nesta quinta-feira.Fontes do governo do estado de Andhra Pradesh disseramque também está subindo o número de pessoas sendo tratadas nos hospitais estaduais de desidratação e insolação. Até quarta-feira, o número de mortos era de 494, mas surgiram novos casos de enfermidades provocadas pelo calor em outros distritos da região.Não se sabe se as novas mortes ocorreram na quarta ou naquinta-feira. Os meteorologistas disseram que a temperatura no estado meridional indiano está diminuindo, e que apenas 23 distritos da região foram poupados da onda de calor.Também em Bangladesh, país tropical vizinho da Índia,pelo menos 10 camponeses morreram de desidratação e insolação esta semana, disseram hoje funcionários governamentais em Daca, a capital. As mortes ocorreram na região norte do país, onde astemperaturas chegaram a 41 graus centígrados, e dezenas depessoas foram hospitalizadas com desidratação nos distritos de Rajshashi, a 232 km a noroeste de Daca, e de Rangpur.O serviço local de meteorologia informou que a onda decalor prosseguirá até a próxima semana, com a chegada dasmonções ao delta dos rios Ganges e Brahmaputra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.