Sobe para 57 o número de mortos em naufrágio no Barein

O número de mortes no naufrágio que ocorreu na costa do Bahrein, na noite da última quinta-feira já chega a 57. Outras 13 pessoas ainda estão desaparecidas. Setenta pessoas foram resgatadas com vida. No navio viajavam 25 britânicos, 20 filipinos, 30 indianos, 10 sul-africanos, dez egípcios e ainda cidadãos do Paquistão, EUA, Bangladesh, Cingapura, Sri Lanka, Nepal, Alemanha e Holanda.Sobreviventes disseram que o navio naufragou no momento em que o capitão fez uma manobra por razões desconhecidas quando todos os passageiros estavam reunidos de um lado só do convés.O comandante da guarda costeira, coronel Youssef Al Qatar, disse em entrevista coletiva que, entre os mortos, há 17 indianos e 13 britânicos. As outras vítimas fatais são cidadãos de países asiáticos e europeus, mas que ainda não foram identificadas.Além disso, um funcionário do serviço de emergência do Ministério do Interior do Barein declarou que não há informações sobre sul-americanos entre as vítimas. A imprensa do país divulgou hoje declarações do dono do navio, Issa Al Qosaibi. Ele admitiu que a embarcação tinha capacidade para 100 pessoas, mas que transportava mais de 130.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.