Sobe para 63 número de peregrinos mortos na Índia

Subiu para 63 o número de mortos em um incêndio ontem em ônibus que transportava peregrinos hindus no norte da Índia. Informações iniciais indicavam pelo menos 20 mortos. Segundo o policial Navneet Kumar, entre os mortos havia oito crianças. O ônibus privado, com capacidade para 52 passageiros, levava mais de 100 pessoas quando começou o incêndio. O automóvel derrapou vários metros pela pista. Os passageiros ficaram presos em meio às chamas, pois as saídas de emergência estavam bloqueadas pelas bagagens.O fato ocorreu perto do povoado de Firozabad, 200 quilômetros a sudoeste de Lucknow, capital do Estado de Uttar Pradesh. Os fiéis voltavam para suas casas, após visitar uma autoridade hindu. O tanque de gasolina se incendiou por causa de faíscas provocadas por um eixo quebrado. As autoridades indianas afirmaram que cada família das vítimas receberá uma indenização de 100 mil rupias (US$ 2 mil).Acidentes rodoviários mortíferos são comuns na Índia. As causas mais freqüentes são veículos velhos, sobrecarga, excesso de passageiros e a imprudência dos motoristas.

AE/AP, Agencia Estado

10 de dezembro de 2008 | 09h22

Tudo o que sabemos sobre:
Índiaincêndioônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.