Sobe para 67 número de mortos em acidente no México

A queda de um ônibus caiu em um despenhadeiro de 200 metros de profundidade resultou na morte de pelo menos 67 pessoas nesta segunda-feira, informou a polícia local. Quatro pessoas ficaram feridas e as autoridades locais informaram que o número de mortos poderia aumentar na medida em que avançarem as operações de resgate. O porta-voz do departamento, Daniel Popoca, informou que 70 pessoas viajavam no veículo quando este "saiu da estrada por causa de uma falha mecânica" e caiu em um barranco. A polícia anunciou mais à frente desconhecer a causa do acidente, mas informou que estão sendo investigadas as possibilidades de excesso de velocidade e de problemas nos freios. Calcula-se que o ônibus trafegava a mais de 110 quilômetros por hora por uma rodovia do Estado mexicano de Veracruz no momento do acidente, disse o policial rodoviário Arturo Corona à W Rádio. O limite máximo de velocidade para ônibus nas estradas mexicanas é de 95 quilômetros por hora. Segundo Corona, as investigações preliminares demonstram que os freios falharam por causa do excesso de velocidade. Ainda de acordo com ele, a estrada onde ocorreu o acidente é uma das 15 mais perigosas do país.

Agencia Estado,

17 Abril 2006 | 20h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.