Jiji Press/EFE/EPA
Jiji Press/EFE/EPA

Sobe para 91 número de casos de coronavírus em cruzeiro italiano atracado no Japão

Navio chegou a Nagasaki no final de janeiro para reparos, com 623 tripulantes a bordo e sem passageiros, e deveria ancorar no final de abril

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2020 | 03h45

TÓQUIO - O navio do cruzeiro Costa Atlântica, atracado na cidade japonesa de Nagasaki, registrou 43 novos casos da covid-19 nesta sexta-feira, 24. O número total de pessoas infectadas na tripulação subiu para 91, informaram autoridades da prefeitura.

As infecções desta sexta foram confirmadas por meio de testes realizados com 200 tripulantes do navio italiano, onde 48 outras pessoas, de várias nacionalidades, já haviam testado positivo para a doença nos dias anteriores. O primeiro caso foi confirmado em meados deste mês.

O navio chegou a Nagasaki no final de janeiro para reparos, com 623 tripulantes a bordo e sem passageiros, e deveria ancorar no final de abril. O trabalho de manutenção seria realizado originalmente na China, mas mudou de rota após o surto do novo coronavírus em Wuhan.

Desde que os primeiros casos de covid-19 foram detectados em Nagasaki, em meados de março, as autoridades locais pediram aos passageiros de navios que atracavam no porto que permanecessem lá para evitar a disseminação do vírus.

O maior surto de covid-19 detectado no Japão em uma embarcação foi o do navio Diamond Princess, que atracou no porto de Yokohama no início de fevereiro com mais de 3 mil pessoas a bordo, incluindo tripulação e passageiros. Nesse cruzeiro, 712 casos foram registrados e treze infectados morreram. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.