Sobe popularidade de Bush, apesar de temor com Iraque

O índice de popularidade do presidente George W. Bush aumentou em abril, apesar da crescente desestabilização do Iraque e a alta taxa de mortalidade de americanos desde a invasão do país, no ano passado.O nível de aprovação do trabalho de Bush aumentou para 48%, cinco ponto percentuais a mais do que em princípio de abril, segundo a enquete publicada hoje pelo Centro de Pesquisas Pew. Agora, só 43% desaprovam a atuação do presidente.Mas, em que pese a aprovação à sua administração, 48% dos americanos discordam de sua atuação no caso do Iraque e apenas 36% acreditam que Bush tenham uma idéia clara da maneira como chegar a uma conclusão satisfatória. Essas percentagens não variaram desde a última enquete, realizada entre 1 e 4 de abril.O apoio público à decisão de usar a força militar no Iraque também não variou consideravelmente. A enquete mostrou que 54% acham que os EUA tomaram o caminho correto ao recorrer à força, quase a mesma porcentagem do início de fevereiro. E 53% querem que as tropas americanas sejam mantidas lá até que se forme um governo estável.A maioria dos americanos rechaça a comparação do conflito com a guerra do Vietnã ? apenas um quarto dos entrevistados abraça essa tese. Mais que o dobro, cerca de 54%, acredita que os EUA atingirão os objetivos a que se propuseram no Iraque.A pesquisa foi realizada entre 1.000 adultos entre Quarta-feira e Domingo passados e tem uma margem de erro de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.