Sobretaxa dos EUA ao aço do Japão é ilegal, diz OMC

A Organização Mundial do Comércio (OMC) decidiu que os Estados Unidos agiram ilegalmente ao aumentar as tarifas sobre as importações de aço do Japão. Um panel (comitê de arbitragem) da OMC informou em Genebra que a Comissão de Comércio Internacional dos EUA errou ao recusar-se a estudar as informações de três siderúrgicas japonesas porque elas chegaram atrasadas. Além do Japão, foram impostas sobretaxas ao aço do Brasil e da Rússia.A sobretaxa foi imposta em junho de 1999 depois que as siderúrgicas e os sindicatos de trabalhadores do setor nos Estados Unidos alegaram que havia "dumping" (venda a preço artificialmente baixo) do aço laminado a quente do Japão, o que, segundo os reclamantes, tornava impossível a concorrência para os produtores norte-americanos.Num relatório de 713 páginas, o panel ordenou que os Estados Unidos "adotem medidas de acordo" com a sentença, mas rejeitou a sugestão do Japão de que a OMC ordenasse que Washington remova as sobretaxas imediatamente. Os EUA têm 60 dias para recorrer.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2001 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.