Socialistas perdem e premiê português renuncia

O primeiro-ministro de Portugal, António Guterres, do Partido Socialista (PS), anunciou neste domingo à noite que apresentará sua renúncia ao presidente da República, Jorge Sampaio, como conseqüência da esmagadora vitória do oposicionista Partido Social-Democrata nas eleições municipais de domingo em Portugal. ?Esta derrota é a minha derrota?, disse Guterres. O PS está no governo há seis anos e a centro-direitista social-democracia não ganhava uma eleição há dez anos. Sampaio, também do PS, deve aceitar a renúncia, segundo políticos ouvidos pela agências internacionais. Ainda não está claro, porém, se os socialistas vão indicar um novo chefe de governo ou se Sampaio convocará eleições parlamentares antecipadas. O pleito está previsto para 2003. O PS perdeu o controle das principais prefeituras do país, as de Lisboa, de Sintra e do Porto. O prefeito socialista de Lisboa, João Soares, admitiu a derrota para o candidato social-democrata, Pedro Santana Lopez. O PS também foi derrotado em Setúbal, Coimbra e Faro, entre outras cidades importantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.