Socialistas são favoritos na eleição de amanhã na Grécia

Os votos dos gregos nas eleições gerais de amanhã devem resultar em uma mudança de governo. Os candidatos nesta disputa, o primeiro-ministro Costas Karamanlis, de 53 anos, que concorre a seu terceiro mandato, e o líder da oposição, George Papandreou, de 57 anos. O partido socialista de Papandreou deve vencer o partido conservador de Karamanlis, com a maioria dos cerca de 10 milhões de eleitores a seu lado, indicam pesquisas. O diferencial dos dois candidatos está na agenda para a economia do país.

AE-AP, Agencia Estado

03 de outubro de 2009 | 19h37

As últimas pesquisas mostraram os socialistas à frente, com 6% ou 7% de vantagem, o que daria a eles uma leve vantagem como maioria nas 300 cadeiras do parlamento. Mas, qualquer acirramento da disputa, pode resultar também que nenhum partido ganha com a maioria necessária e um segundo turno ocorreria em novembro.

Os dois fazem parte de famílias tradicionais que governaram a Grécia durante 32 dos últimos 47 anos. O pai de Papandreou, Andreas, e seu avô, George, foram primeiro-ministros várias vezes entre 1949 e 1990, enquanto o tio de Karamanlis foi premiê cinco vezes entre 1955 e 1980, bem como presidente de 1980 a 1985 e de 1990 a 1995.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.