Solana aconselha EUA a abrir diálogo direto com o Irã

O alto representante da União Européia para Política Externa, Javier Solana, acredita que os Estados Unidos devem iniciar um diálogo direto com o Irã sobre todos os assuntos de interesse, inclusive o programa nuclear iraniano.Para ele, Teerã está em condições de participar de negociações. "Acho que neste momento vale a pena para os EUA abrir um canal de comunicação com o Irã", afirmou ontem à noite Solana durante uma conferência no Fórum de Bruxelas, que reúne este fim de semana líderes políticos e acadêmicos dos dois lados do Atlântico.O chefe da diplomacia da UE se reuniu esta semana com o negociador iraniano para o conflito nuclear, Ali Larijani. Ele afirmou que defenderá sua tese nos EUA "nos próximos dias". Na segunda-feira, em Washington, Solana participará de uma cúpula UE-EUA.Na sua opinião, "é muito difícil uma situação na qual o Irã é considerado um país com o qual não se pode conversar". Para Solana, os dirigentes iranianos, inclusive o líder religioso Ali Khamenei, estão preparados "sem dúvida nenhuma" para o diálogo. Mas "é preciso ver até onde os EUA estão dispostos a chegar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.