Solana afirma que negociações com Teerã são possíveis

O chefe da polícia externa da União Européia (UE) Javier Solana comentou nesta sexta-feira que as negociações com o Irã continuam possíveis, mesmo que as principais potências nucleares do planeta estejam se preparando para discutir a possibilidade de sanções para forçar o governo de Teerã a suspender suas atividades de enriquecimento de urânio."A porta para as negociações está e estará sempre aberta", disse Solana em discurso a especialistas em segurança pronunciado em Paris. Os comentários de Solana foram feitos horas antes de um encontro de altos representantes de Alemanha, China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia marcado para esta sexta-feira em Londres.Os representantes das seis potências nucleares tentarão buscar um consenso sobre como responder à recusa iraniana em suspender suas atividades de enriquecimento de urânio, conforme exige uma recente resolução do Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU).Ao mesmo tempo, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, manifestou a opinião de que a comunidade internacional deveria se concentrar em conduzir o Irã de volta à mesa de negociações ao invés de buscar sanções, segundo informações de agências de notícias russas.O enriquecimento de urânio é um processo essencial para a geração de combustível usado no funcionamento das usinas nucleares. Em grande escala, porém, o urânio enriquecido pode ser usado para carregar ogivas atômicas.Os EUA acusam o Irã de desenvolver em segredo um programa nuclear bélico.O governo iraniano nega e assegura que suas usinas atômicas têm fins estritamente pacíficos de geração de energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.