Solana levará ao Irã plano para superação de crise nuclear

O alto representante da União Européia para a Política Externa, Javier Solana, que na tarde desta segunda-feira viaja para Teerã, pode apresentar ainda hoje o plano de incentivos dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha para que o Irã suspenda seu programa de enriquecimento de urânio.Fontes diplomáticas em Viena, sede da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), disseram que Solana não permanecerá por mais de 24 horas em Teerã, e possivelmente entregará pessoalmente as propostas ao presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.Embora até agora não tenham sido divulgados os detalhes do plano, há indícios de que as potências ocidentais estão dispostas a ajudar o Irã a obter tecnologia nuclear para a produção de energia.Segundo as fontes diplomáticas, os Estados Unidos levantariam parcialmente as sanções contra o Irã em troca de uma renúncia dos dirigentes iranianos ao enriquecimento de urânio, para ter garantia de que a tecnologia nuclear não será usada para produzir armas nucleares.Os membros permanentes do Conselho de Segurança (Estados Unidos, Reino Unido, França, China e Rússia) e a Alemanha firmaram o plano em Viena no último dia 1º.Ahmadinejad disse no fim de semana que o Irã examinará as novas propostas, mas insistiu, ao mesmo tempo, no direito de seu país a desenvolver um programa nuclear com fins pacíficos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.