Soldado americano se declara culpado por homicídio no Iraque

O sargento americano Johnny M. Horne, 30 anos, declarou-se culpado nesta sexta-feira por assassinar um iraquiano, de 16 anos, já ferido, disseram militares.Horne foi acusado em 18 de agosto de cometer homicídio em Sadr, em Bagdá, onde ocorreram intensos combates no início deste ano entre as forças da coalizão e rebeldes xiitas seguidores do clérigo radical Muqtada al-Sadr.O militar também se declarou culpado, durante um julgamento de uma corte marcial em Bagdá, de haver pedido a outro soldado que cometesse homicídio.

Agencia Estado,

10 de dezembro de 2004 | 11h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.